sábado, 22 de agosto de 2009

Propriedades


Um dia Raul Seixas disse que aos sete anos ele já desconfiava da “Verdade Absoluta” e nesse particular, entre outras tantas dessa figura lendária, eu também tive meus surtos de filosofo desde cedo... (Não fiz faculdade de filosofia) *.
Ainda criança, eu ficava tentando imaginar (pois fazer era impossível), a ponta de um lápis mais fina que poderia existir, e quanto mais eu imaginava, mais eu sabia que aquela ponta poderia ser ampliada e afinada ainda mais, até o infinito... Mas onde seria esse infinitamente pequeno e como seria esse “micromundo”?... Nessa época, não se falava de física quântica, e mesmo se falasse, não seria um assunto que chegaria a uma criança de seis a sete anos de idade... Mas, mais adiante, na minha adolescência, li e pesquisei sobre metafísica, pois a dialética materialista pra mim era limitada para questões que extrapolavam os limites do ser e a religião dogmática, também fechava sentenças que eu queria buscar, pois para os meus questionamentos, sempre existiram uma palavra: “possibilidade”, no entanto isso não se referia a atributo de fé...
Hoje, embora continue sem me dedicar a estudar uma filosofia especifica acadêmica ou a qualquer corrente filosófica, posso afirmar que a nanotecnologia vem testificar que o mundo que sempre visualizei, não apenas é possível, mas é real e “concreto”, mesmo que o concreto seja apenas uma virtualidade...
Por tanto, se quiseres saber sobre algo, mesmo que apenas o seu conteúdo elementar, procure conhecer, ou apenas sentir (para saber, como se sente o seu sabor), sobre as suas propriedades, pois, tudo é o que é nas suas propriedades essenciais!
Se essas propriedades são manipuladas (e podem de fato serem), a ponto de um corpo poder ser deslocado em essência (teletransportado), para o mais longínquo e/ou profundo do espaço físico, ou até mesmo mental, do ser, ou trazer para si algo, muito, tudo e até o Todo!...
Com a nanotecnologia, a matéria e o espírito podem ser compreendidos como uma mesma coisa, na sua estância de energia fluida ou condensada, depende do posicionamento da sua idéia ou da sua busca de compreensão como pesquisador ou apenas instigador do tema, mas acima de tudo, não se sinta atingido ao conhecimento pleno, nessa nossa visão relativa de uma sensibilidade que é pura no seu estado absoluto!... Deus.

Ps. Peço humildemente permissão ao Mestre para parodiar, com todo respeito, a sua afirmativa: “Conhecereis a propriedade e a propriedade vos libertar”

*A minha filosofia: Embora eu não tenha embasamento acadêmico de tal matéria, mas particularmente, sou fascinado pelo saber saber, embora “saiba que nada sei”...

Júlio Nessin
Publicado no Recanto das Letras em 22/08/2009


Sexta, 21 de Agosto de 2009

Raul Seixas


MEUS VÍDEOS

Loading...